Royalties do Petróleo

Após algum tempo sem postar nada, estamos voltando ao projeto Sucesso S.A. trazendo vários conteúdos novos para enriquecer o conhecimento. Hoje irei falar sobre o assunto que está causando polêmica em todo Brasil, os Royalties do Petróleo.

Mais afinal o que são os Royalties do Petróleo?

A exploração de petróleo não é vendida, é concedida, as empresas que possem tecnologia e dinheiro para investir na exploração entram em concorrência, no Brasil basicamente a unica empresa que possui concessão de exploração é a Petrobrás, logo todo petróleo extraído no Brasil é comercializado pela Petrobrás, até mesmo postos com bandeira de outra empresa compra gasolina da Petrobras na maioria das vezes.

O governo para lucrar com a exploração criou um imposto que inside sobre o m³ da gasolina que é comercializada, o cide combustíveis criado em 2001 pela lei nº 10.336, mais outros impostos como ICMS e PIS/Cofins são responsáveis por 43,72% do valor  do litro da gasolina.

Como a exploração do petróleo deixa grandes impactos ambientais foi criado os Royalties do Petróleo,  que é o valor pago aos estados produtores pelos problemas ambientais criados pela exploração, assim como é pago para o estado de Minas Gerais pela exploração de minério de ferro.

O motivo que está causado discussões, protestos é o projeto de lei que foi aprovado recentemente, aonde seria dividido este valor com os estados que não produzem, teoricamente esta lei contradiz a lei 10.336/01 pois está especificado que o Royalties devem ser pagos ao estado produtor em contrapartida aos problemas ambientais causados pela exploração, com a nova lei todos os estados da federação, serão beneficiados com os Royalties. Os estados mais afetados com essa decisão será o Rio de Janeiro e Espírito Santo.

O Sucesso S.A. apoia a campanha criada pelo senador Magno Malta, e acredita que a lei 10.336/01 deve ser respeitada, pois a economia do Espirito Santo a mais de 10 anos está em crescimento em grande parte pelos Royalties do Petróleo, ao aceitar a nova proposta do governo federal, estaremos perdendo bilhões de reais que irá afetar diretamente a economia do nosso estado.

Participe do ato público que acontecerá dia 10 de novembro das 14h às 18h na Praça dos Namorados, em Vitória. mais informações em : http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2011/11/caravanas-do-interior-participarao-de-ato-publico-por-royalties-no-es.html

 

 

COMPARTILHE ESSA INFORMAÇÃO!

Fonte:

http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/senado-aprova-mudanca-na-distribuicao-dos-royalties-do-petroleo/n1597299276186.html

http://www.royaltiesdopetroleo.ucam-campos.br/

http://economia.estadao.com.br/noticias/economia%20geral,fhc-critica-foco-nos-royalties-do-petroleo,91280,0.htm

http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2011/11/caravanas-do-interior-participarao-de-ato-publico-por-royalties-no-es.html

CLT, Sindicato, Acordo coletivo e anúncios de emprego

Analisando o mercado do Espírito Santo identifiquei alguns problemas que infelizmente é bem comum nas empresas, por isso elaborei este post para primeiro lista os problemas, depois auxiliar na solução dos mesmos.

CLT – O maior problema que identifiquei em várias empresas é a falta de conhecimento sobre as regras previstas na CLT, as principais falhas são:

  • Carga horária, incompatível com a atividade.
  • Não pagamento de benefícios básicos previstos na CLT como vale alimentação e vale transporte, principalmente em categorias que possuem baixo nível de escolaridade, que desconhecem seus direitos trabalhistas.
  • Não pagamento do salários base de categorias específicas que possuem acordos coletivos.
  • Atraso de pagamentos, sem reembolso proporcional.
  • Erros na cobrança tributárias.

Para evitar problemas, tanto como empresa, e como funcionários, primeira dica é lê cuidadosamente o Código Trabalhista, abaixo segue o link de algumas partes importantes do código:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del5452.htm

http://www.soleis.com.br/ebooks/0-TRABALHISTA.htm

http://www.soleis.com.br/ebooks/TRABALHISTA-15.htm

http://www.soleis.com.br/ebooks/TRABALHISTA-16.htm

http://www.soleis.com.br/ebooks/TRABALHISTA-17.htm

http://www.soleis.com.br/ebooks/TRABALHISTA-18.htm

http://www.soleis.com.br/ebooks/TRABALHISTA-21.htm

http://www.soleis.com.br/ebooks/TRABALHISTA-28.htm

http://www.soleis.com.br/ebooks/TRABALHISTA-30.htm

http://www.soleis.com.br/ebooks/TRABALHISTA-32.htm

Sindicato – Este problema ocorre tanto pelo lado do trabalhador, quanto do lado da empresa, o mais comum são funcionários que não possuem o mínimo de informação sobre seu sindicato. E para complementar empresas que não informam nada para seus funcionários sobre seus respectivos sindicatos.

A dica neste caso vai principalmente para o trabalhador, procure a confederação sindical do seu estado, procure informações sobre seu sindicato, tome conhecimento de acordos coletivos, regulamentos, e direitos específicos da sua classe profissional, abaixo segue a lista de alguns sindicados do Espírito Santo:

http://espirito-santo-estado.infoisinfo.com.br/busca/organizacoes_sindicais

http://jus.uol.com.br/revista/texto/3829/organizacao-sindical-brasileira

Acordo coletivo – É um ato jurídico celebrado entre uma entidade sindical laboral e uma ou mais empresa (s) correspondentes, no qual se estabelecem regras na relação trabalhista existente entre ambas as partes. Em relação a acordos coletivos, o maior problema vem do lado dos trabalhadores que desconhecem completamente a regulamenteção de sua classe profissional, assim deixa de exigir seus direitos estabelecidos nos acordos. A dica neste caso é procurar o sindicato para saber da existência de acordos, para identificar diferenças entre CLT e acordo. Caso tenha dificuldade em encontrar seu sindicato, entre em contato com contadores, pois é obrigação do contador da empresa, saber todos os sindicatos e direitos de cada trabalhador, qualquer problema em relação ao acordo coletivo procure um advogado trabalhista para realizar uma consultoria.

Outra dica importante, qualquer acordo firmado entre trabalhador e empresa, faça por escrito em 2 vias com assinatura de ambas as partes, para evitar qualquer tipo de problema judicial futuro.

Anúncios de emprego – Esse sim é um dos erros trágicos por lado das empresas, a forma como empresas estão anunciando sua vagas de emprego, principalmente em áreas especificas como informática e indústria, está tornando cada vez mais difícil, encontrar profissionais. As empresas devem entender que a comunicação é extremamente importante na contratação, a forma como é elaborado o anúncio filtra o tipo de profissional que será atraido, um exemplo: Anúnciar vaga de Analista de redes sociais, no jornal impresso local, com o seguinte texto: “Vaga para estagiário de marketing para redes sociais”.

Dica para as empresas, para melhorar a comunicação de sua empresa, faça um consultoria de marketing no Sebrae, de preferência tenha um profissional especialista em marketing, ou faça consultoria com profissionais.

Quem deseja melhorar a comunicação da empresa pode me contratar para um consultoria: andrehrf@gmail.com.

Impostos, taxas, constribuições que pagamos sem saber

O governo cobra impostos e contribiução em todos os produtos que são comercializados legalmente no Brasil, hoje temos uma das maiores cargas tributárias do mundo que segundo especialistas está por volta de 32% do nosso capital de compra, isso é, a cada R$100,00 gasto com compras seja ela qual for, R$32,00 vai para os caixas do governo. Vamos então quais são, por que existem e quanto cada um deles come do nosso dinheiro.

CIDE Combustível - Contribuição federal que inside sobre todos os derivados de petróleo, todo produtor, formulador e importador paga a contriução que é revertida para o consulmidor final, quando compramos gasolina, diesel, querosene, o CIDE já está no preço do produto. A contribuição tem como hipótese de incidência a importação e a comercialização de petróleo e seus derivados, gás natural e seus derivados, conforme artigo 1° da Lei 10.336/2001.

CONFINS - Contribuição federal que inside sobre pessoas jurídicas para financiamento da seguridade social, em resumo o governo força as empresas a financiar um sistema falho de previdência, criado na era industrial que hoje apresenta serios problemas de administração e estratégia. Nos ultimos anos, creceu muito o numero de pessoas seguradas pela previdência seguidos de uma diminuição no numero de contribuintes, isso se deve ao fato que com toda evolução tecnológica, na medicina e nas ciências de modo geral, a população esta vivendo mais, e as familias estão cada vez menores, esta contribuição foi criada pela Lei nº 8.212, de 1991. Para termina ainda o CONFINS possui ums lista de tipos de pessoas jurídicas que são insentas do pagamento, como: Partidos políticos, igrejas, instituições filantrópicas, entre outras.

CPMF - Contribuição provisória que acabou virando definitiva pois nunca vi uma medida provisória que dura 10 anos, foi criada pela Lei no 9.311, de 24 de outubro de 1996, teoricamente para destinar verba para a saúde e seguridade social, foi derrubada em dezembro de 2007 e volta ser cobrada no governo Dilma Russeff em 2011.

II (Imposto de importação) - Imposto cobrado a todo produto importado, seguindo uma tabela de importação http://www.desenvolvimento.gov.br/portalmdic/sitio/interna/interna.php?area=5&menu=1848,  é um dos impostos mais abusivos podendo chegar a mais 80% do valor do produto, e o pretesto utilizado pelo governo para tal abuso, é garantir as industrias brasileiras, concorrência com os produtos importados que chegam mais baratos que os produzidos aqui, este imposto é denominado pelo governo como um imposto regulador (Extrafiscal).

IOF - Importo cobrando sobre operações de crédito, câmbio e seguros, possui aliquota máxima de 1.5% ao dia, mais informações sobre insenção e aliquotas disponível no Dec. nº 6.306, de 14 de dezembro de 2007.

IPI -Imposto cobrado por importação ou saída do produto do estabeleciento industrial, inside sobre todo tipo de produto, com alíquotas variantes presentes na Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (TIPI).

Fontes:

http://www.receita.fazenda.gov.br/aliquotas/default.htm

http://estudandoodireito.blogspot.com/2009/11/consultor-juridico-cide-combustiveis.html

http://www.receita.fazenda.gov.br/PessoaJuridica/PisPasepCofins/IncidImunIsencoes.htm

http://www.portaltributario.com.br/tributos/csl.html

http://www.portaltributario.com.br/tributos/irpj.html

http://www.receita.fazenda.gov.br/aliquotas/ImpCreSegCamb.htm

http://www.receita.fazenda.gov.br/previdencia/FormasContrib.htm

Dicas de investimentos em 2011

Após algum tempo sem postar venho falar algumas dicas de investimentos de 2011.

No primeiro semestre de 2011 ocorreu uma série de variações que mudaram um pouco o cenário de investimento no Brasil. Após o governo estabelecer o plano de controle da inflação, onde foi alterada o valor da taxa Selic, os investimentos de renda fixa, CDBs e poupança passam a ser a melhor opção a longo prazo, pois segundo especialistas estaria rendendo em média 20% ao ano, qualquer outro tipo de investimento para ser mais rentavel deve ser superior.

Outro fator peculiar foi a queda nas ações da Petrobrás nos ultimos meses e a desvalorização do dolar, sendo assim investir em captal externo e ações não está sendo aconcelhável, mesmo assim, quem deseja investir em capital de empresas é recomendado avaliar as analises de média e longo prazo das corretoras e analistas do mercado.

Um investimento muito aconselhável para o Espirito Santo para quem deseja realizar investimentos de longo prazo, é o mercado imobiliário. Antes de investir em um destes fundos, leia atentamente as regras para saque, tributação, carência, valores das cotas, e se pode-se fazer depósitos mensais. Veja se o fundo está de acordo com as regras da Anbid.

Em relação ao mercado de Ouro e outos metais preciosos, os especialistas dizem que ainda é cedo para arriscar pois o metal precioso sofre interferências no preço que vem de outros setores. O Ouro tende a ter alta quando investimentos em outros setores são incertos ou muito arriscados, a exemplo do mercado financeiro.

Um alerta para quem pretente investir em empresas brasileiras em áreas que sofrem concorrencia direta com Estados Unidos, deve se ter muito cuidado, pois com a valoriação do real, os produtos americanos chegam ao Brasil com valor reduzido, produtos que são frágeis perdem rapidamente competitividade para o importado, o que pode acontecer com vários setores.

Fontes:

http://www.osabetudo.com/melhores-investimentos-2011-acoes-fundos-ouro-dolar-franquia/
http://www.receita.fazenda.gov.br/pagamentos/jrselic.htm
http://opequenoinvestidor.com.br/2011/01/o-melhor-investimento-de-2011/
http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/noticias/2011/Investimentos-2011-como-os-principais-setores-da-economia-tendem-a-se-sair-na-Bolsa-2011-01-12.aspx?tipoNoticia=1&idioma=pt-br
http://www1.folha.uol.com.br/multimidia/podcasts/899300-economistas-explicam-perigo-de-queda-do-dolar.shtml
http://oglobo.globo.com/economia/seubolso/mat/2011/05/15/petrobras-desconfianca-em-alta-acoes-em-queda-924467803.asp

1ª reunião com meu coaching – Américo Buaiz Filho

O renomado empresário Américo Buaiz Filho presidente do Grupo Buaiz me deu a honra de iniciar um estudo e orientação no ramo do empreendedorimo e negócios, nossa primeira reunião foi ótima, deu um direcionamento sobre meus empreendimentos, abaixo segue os conselhos que me fora passado que compartilho com todos.

“Ser o primeiro, é o mais importânte” – Quando você tem projetos que acredita ser inovador e pioneiro, saiba que ser o primeiro é muito mais importânte que ser exclusivo.

“Projetos, são simplismente projetos” – Não tenha preocupação enquanto você ainda está na fase do projeto, deixe para se preocupar quando estiver implementando, e saiba que na grande maioria das vezes um empreendimento nunca sai como foi projetado, os custos podem ser diferentes, prazos, requerimentos, etc.

“No Brasil até para quem tem dinheiro é dificil ser empreendedor” – Hoje no Brasil empreendedores somente conseguem desenvolver seus negócios quando tem recursos próprio, arrumam investidores com recursos, é muito dificil iniciar um negócio do zero e mais ainda quando não se tem nenhuma garantia para pedir investimentos junto a instituições financeiras.

“O maior problema das pessoas é o medo de fazer as coisas” – Sem duvidas hoje existem milhões de pessoas com perfil empreendedor em vários níveis, porém o que desistimula todas é o medo, segundo Tomás Hobbes “O homem é o lobo do homem”.

A conclusão geral sobre a reunião foi a seguinte, pare de especular, e perder muito tempo se preocupando em como vou garantir exclusividade do meu produto ou serviço, quando o projeto depente apenas de você, faça-o, divulgue, receba feedback, analise e melhore, se sua ideia for realmente inovador, de qualidade os investidores irão aparecer.

Não existe projeto perfeito, por mais que você tente elaborar um plano de negócios perfeito, com o máximo de dados possivel, a realidade sempre se mostra diferente do planejamento, por minimo que seja, uma empresa depende de várias variaveis para existir, por isso realizar um planejamento perfeito é quase impossivel, pórem em nenhum momento digo que o planejamento não seja importante, planejar ajuda a empresa a reduzir ao máximo os riscos possível.

Espere para se preocupar com dinheiro para investimento, parceiros, infra-estrutura, quando for realmente necessário, se for possível inicie seus projetos em casa, com pouco investimento ou nenhum, a medida que for necessário corra atrás dos recursos para continuar o desenvolvimento, nunca desista de uma ideia pelo valor que ela irá custar, pois se a ideia for boa e de qualidade, várias pessoas irão investir nela.

O maior problema hoje do empreendedorismo brasileiro, é em primeiro lugar a falta de estimulo a novos empreendimentos, pelo governo, escolas e bancos, segundo o modelo de educação nos forma para ser empregados e não empreendedores, sendo assim muito vão para uma faculdade, MBA e saem sem o mínimo de conhecimento para a vida, e terceiro e extremamente importânte, nossa mente, que cria barreiras imaginárias, e nos limita a realiza ações seguras, aprenda que é possivel se enfrentar altos riscos com pouco perigo, basta ter noção de sua capacidade e de seus funcionários, um bom planejamento e atitude viver em um mercado bastante competitivo.

O homem é o lobo do homem

PIB, CDI e Taxa Selic (Parte 2)

Taxa Selic (Parte 2)

A Taxa Selic existe para moderar a cobrança, restituição ou compensação dos tributos e contribuições federais, para isso a taxa é calculada diariamente, pelo Banco Central e apresentada mensalmente por meio do Departamento de Operações do Mercado Aberto, existe ainda a Taxa Selic acumulada, que é uma média da taxa ao longo de anos, essa define o valor de cobranças de anos anteriores, como impostos, tributos e contribuições.

Agora vem a pergunta: Qual a relevância de entender o que é Taxa Selic? Entenda que a taxa estabelece o juros que o governo irá pagar ao pegar dinheiro com os bancos, sendo assim, quando a taxa está em alta os bancos limitam a liberação de crédito para pessoa física e juridica para emprestar dinheiro ao governo, quando a taxa está em queda os bancos param de emprestar dinheiro ao governo e aumenta o crédito, sem assim, procurar investimentos em bancos com a Taxa Selic em alta é perda de tempo.

Outro fator importânte do entendimento sobre é o fato do governo usa a taxa para controlar a inflação e investimentos extrangeiros, para pessoa juridica que trabalha com venda de produto, entenda que aumento da Taxa Selic desestimula o consumo, assim as vendas caem, logo se requer uma estratégia para combater este periodo de alta, quando a Taxa Selic cai, o consumo do pais aumenta, é a hora então de investir em uma produção maior, com preços menores, criar produtos novos, procurar investimentos extrangeiros etc.

Para o consumidor a Taxa Selic influêcia em quanto de juros será pago no crédito como cheque especial, crediário, cartões de crédito e poupança. Quanto menor a Taxa Selic, mais “barato” fica para o consumidor fazer um empréstimo ou comprar a prazo. O interessante é que da para ganhar dinheiro com a alta da Taxa Selic, visto que a poupança e CDBs são baseadas na Selic, quanto maior for a Taxa maiores serão os rendimentos das aplicações.

CDI (Certificados de Depósitos Interbancários)

O CDI são os títulos de emissão das instituições financeiras, que lastreiam as operações do mercado interbancário, suas características são idênticas às de um CDB, mas sua negociação é restrita ao mercado interbancário. Sua função é, portanto, transferir recursos de uma instituição financeira para outra, para que o sistema seja mais fluido, quem tem dinheiro sobrando empresta para quem não tem.   As operações se realizam fora do âmbito do Banco Central, tanto que, neste mercado, não há incidência de qualquer tipo de imposto, as transações são fechadas por meio eletrônico e registradas nos computadores das instituições envolvidas e nos terminais da Câmara de Custódia e Liquidação (CETIP).

A taxa média diária do CDI é utilizada como parâmetro para avaliar a rentabilidade de fundos, como os DI, por exemplo. O CDI é utilizado para avaliar o custo do dinheiro negociado entre os bancos, no setor privado e, como o CDB (Certificado de Depósito Bancário), essa modalidade de aplicação pode render taxa de prefixada ou pós-fixada.

PIB (Produto Interno Bruto)

O PIB é a soma de todos os bens e serviços gerados por uma região ou pais, durante um período. O PIB é um dos indicadores mais utilizados na macroeconomia com o objetivo de mensurar a atividade econômica de uma região. Um problema muito serio no que diz respeito ao PIB é que ele define o modo de vida de uma região, porém não mede alguns fatores importântes como

  • Distribuição da riqueza
  • Qualidade
  • Transações não comercial
  • Transações clanestinas
  • Mercado informal
  • Crescimento a longo prazo

Logo a conclusão que se tem, é que para os olhos do governo uma determina região aparentemente possui uma boa situação financeira pelo PIB auto, porem a forma como essa riqueza esta sendo distribuida pode ser totalmente desigual, ainda o produto que se venda pode ser de pessima qualidade com preços baixo, assim os problemas passam despercebidos, pois no Brasil partenalista só os lugares que aparentam estar pobre que tem vez.

Fonte:

http://www.receita.fazenda.gov.br/pagamentos/jrselic.htm

http://www.bcb.gov.br/?SELICDESCRICAO

http://g1.globo.com/economia-e-negocios/noticia/2010/04/entenda-como-taxa-selic-afeta-vida-do-consumidor.html

http://www.portalbrasil.net/indices_cdi.htm

http://pt.wikipedia.org/wiki/Produto_interno_bruto

http://pt.wikipedia.org/wiki/Paternalismo

Taxa Selic, Poupança, CDB, Investimento imobiliário, Tesouro nacional

Hoje venho falar sobre 4 fundos de investimentos muito utilizado no Brasil, e sobre a principal taxa que controla a economia do pais.

O rendimento de aplicações como CDBs, Renda Fixa são baseada na taxa Selic, essa por sua vez é referência para cobrança de juros em transações bancárias, logo quando o governo deseja estimular a economia a primeira iniciativa é baixar a taxa Selic, pois assim os juros caem, o crédito fica mais acessivel, a população compra mais. Quando o governo deseja controla a inflação que pode ser gerada pela redução da taxa de juros, é aumenta a taxa Selic, assim os juros sobem, o crédito fica mais limitado, a população para de gasta e guarda seus dinheiros em fundos de investimento, que para o governo é ótimo, pois tem mais dinheiro em caixa.

Taxa Selic: é um índice pelo qual as taxas de juros cobradas pelo mercado se balizam no Brasil. É a taxa básica utilizada como referência pela política monetária. No Brasil, a taxa de financiamento no mercado interbancário para operações de um dia, ou overnight, que possuem lastro em títulos públicos federais, títulos estes que são listados e negociados no Sistema Especial de Liquidação e de Custódia, ou Selic. Também é conhecida como taxa média do over que regula diariamente as operações interbancárias. A taxa Selic reflete o custo do dinheiro para empréstimos bancários, com base na remuneração dos títulos públicos. Todas as negociações interbancárias realizadas no Brasil, com prazo de um dia útil (overnight), envolvendo títulos públicos federais, são registradas nos computadores do DEMAB, cuja sede fica no Rio de Janeiro, e que faz parte do Banco Central do Brasil. Depois do fechamento do mercado, o DEMAB calcula a taxa média ponderada pelo volume dos negócios realizados naquele dia. Esta será a taxa média Selic daquele dia, que normalmente é publicada por volta das 20h00 do próprio dia. Também é chamada simplesmente de “taxa básica”.

Poupança: Fundo de investimento a longo prazo, baixo rendimento, um dos fundos mais estáveis do mercado, rende 0,5% ao mês mais a correção da TR – Taxa Referencial, garantida pelo FGC – Fundo Garantidor de Crédito até o valor de R$ 70.000,00 por cliente, independente de qual banco é a sua depositária. Para investir em poupança basta se dirigir a uma agência bancária e abrir uma conta poupança.

CDB(Certificado de Depósito Bancário): Os CDBs são negociados a partir de uma taxa bruta de juros anual, e não levam em consideração a tributação ou a inflação. Além disso, podem ser negociados a qualquer momento dentro do prazo contratado mas, quando negociadas a um prazo menor do que aquele mínimo previsto (30,60 ou 90 dias para os títulos pré-fixados), estas aplicações sofrem incidência de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) além do Imposto de Renda na Fonte (IRF). Investir em CDB significa que o banco utilizará do dinheiro do investidor para fazer empréstimos ao governo, pegando emprestado dinheiro de quem aplica para fazer o empréstimo ao governo com taxas de juros maiores. Aplicar em CDB é um modo seguro de obter lucros maiores no mercado de investimento de renda fixa, principalmente para os pequenos investidores, pois os bancos possuem garantias de retorno certo para o dinheiro aplicado e para aqueles que desejam aplicar quantias maiores de dinheiro o risco  oferecido é mais baixo, portanto mais seguro de se obter bons rendimentos a longo ou médio prazo.

Investimentos imobiliários: Os Fundos Imobiliários, à semelhança dos fundos de ações, renda fixa, derivativos, etc., são regulados, fiscalizados e têm seu funcionamento autorizado pela CVM – Comissão de Valores Mobiliários, por se tratar de captação de recursos do público para investimento. A quota de um fundo imobiliário é valor mobiliário, conforme estabelece o artigo 3º da Lei 8.668/93. Aliás, um fundo imobiliário é bastante semelhante a uma empresa de capital aberto, com seus acionistas, aumentos de capital, assembléias, distribuições de resultado, etc. Os Fundos Imobiliários são formados por grupos de investidores com o objetivo de aplicar recursos, solidariamente, em todo o tipo de negócios de base imobiliária, seja no desenvolvimento de empreendimentos imobiliários ou em imóveis prontos. Do patrimônio de um fundo podem participar um ou mais imóveis, parte de imóveis, direitos a eles relativos, etc.

Tesouro nacional: O Tesouro Direto é um programa de venda de títulos públicos a pessoas físicas desenvolvido pelo Tesouro Nacional, em parceria com a Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC). Os títulos públicos são ativos de renda fixa que se constituem em boa opção de investimento para a sociedade. Os títulos públicos possuem a finalidade primordial de captar recursos para o financiamento da dívida pública, bem como para financiar atividades do Governo Federal, como educação, saúde e infra-estrutura. A carteira dos fundos de renda fixa oferecidos pelos bancos é formada basicamente por títulos públicos. Com isso, o banco passa a ser um intermediário entre você e o Tesouro Nacional, facilitando a sua vida na definição dessa carteira, porém cobrando por isso. O Tesouro Direto é uma excelente opção em termos de rentabilidade.

Fonte:
http://www.fundoimobiliario.com.br/vantagens.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Taxa_SELIC
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tesouro_nacional
http://www.tesouro.fazenda.gov.br/tesouro_direto/
http://www.guiadeinvestimento.com.br/melhor-investimento/
http://www.guiadeinvestimento.com.br/rendimento-da-poupanca/
http://www.guiadeinvestimento.com.br/investimento-imobiliario/
http://www.guiadeinvestimento.com.br/como-investir-em-cdb-2/

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.